Entrevista: editora Carambaia

 A editora Carambaia, fundada em 2015, tem como proposta trazer livros importantes da literatura que não estão mais em catálogo no país, sempre com um projeto gráfico exclusivo. Tive oportunidade de entrevistar o Fabiano Curi e a Graziella Beting, editores e fundadores da editora.
Editores da Carambaia: Fabiano Curi e Graziella Beting.

Editores da Carambaia: Fabiano Curi e Graziella Beting.

– Cada livro da editora tem um projeto gráfico diferente. Por quê?
Porque trabalhamos com autores diferentes, de línguas diferentes e de períodos diferentes. Queremos que o projeto gráfico não seja apenas uma embalagem para a história, mas que tenha uma relação intrínseca com a obra. Assim, convidamos diferentes artistas gráficos para que eles pensem em suas versões para os livros com base nas leituras que fizeram. Em muitos casos, participam de reuniões os editores, os tradutores, os artistas gráficos e produtora gráfica para que todos contribuam com o desenvolvimento do trabalho.
– Como vocês acreditam que o projeto gráfico de um livro interfere na leitura de um livro?
O projeto gráfico não é apenas capa e tipografia, mas um estudo que precisa estar de acordo com o contexto da obra. Se é apenas para se preocupar com o texto, podemos colocar tudo no digital. O projeto gráfico tem como norte o conforto do leitor, o tipo de papel, o peso do livro, a durabilidade da capa e elementos que esteticamente trarão uma uma beleza singular para a experiência da leitura

– Qual o conceito usado para essa edição?
Como em todos os nossos livros, a concepção do projeto nasce de discussões conjuntas entre editores, tradutores, ensaístas e artistas gráficos. No caso desse livro de Grazia Deledda, queríamos que o objeto final, o livro, traduzisse as características que nos parecem importantes em sua obra: uma mistura de força e leveza, de profundidade e sutileza.

– É curioso como ao mesmo tempo que usam uma referência mais tradicional de artesanato com juncos o resultado final ficou minimalista e moderno. Como chegaram nesse estilo?
Nossa ideia foi justamente a de dar uma feição moderna, atual, para o òrriu, esse artesanato típico sardo. De certa forma, isso simboliza o fato de estarmos publicando uma obra do início do século XX nos dias de hoje. Estamos trazendo o cotidiano de um pequeno vilarejo da Sardenha dos anos 1900 numa edição contemporânea, no século XXI.
– Qual a ideia por trás da repetição do padrão da capa no começo do livro?
Essa foi uma decisão dos artistas gráficos, mas imagino que ela apresenta, desde o início do livro, esse contraste, em negativo, da trama representada na capa.
– Como foi a escolha editorial desse livro? Qual a importância desse livro e da autora para a literatura e para o catálogo da editora?
Grazia Deledda foi uma autora muito importante na Itália do começo do século, teve visibilidade internacional quando ganhou o Nobel – foi a primeira italiana e a segunda mulher a conquistar o prêmio -, mas estava fora de catálogo no Brasil há muitos anos. O objetivo da editora é justamente esse, de publicar obras relevantes da literatura que, por diversos motivos, não estão acessíveis ao leitor brasileiro hoje.
No vídeo, falo sobre “Juncos ao Vento”, de Grazia Deledda, um dos primeiros livros publicados pela editora.
Advertisements

5 thoughts on “Entrevista: editora Carambaia

  1. Adorei a entrevista, acho que as perguntas foram feitas no momento certo e as respostas foram dadas com uma enorme sabedoria.
    Realmente eu não tinha conhecimento dessa nova editora no Brasil, mas pareceu-me mesmo cinco estrelas uma vez que vai levar para esse país livros que ha muito, ou algum, tempo não existem aí.
    Beijos.
    http://mariacrescida.blogspot.pt/?m=1

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s